Saúde

Exposis: o repelente mais concorrido do Brasil

Em tempos de zika (e microcefalia), chikungunya e dengue é natural que a procura por repelentes aumente, mas tenho notado uma verdadeira caça à uma marca de repelente específica: a Exposis. Pode reparar, a versão em spray para adultos (com embalagem de cor preta) está em falta em quase todas as farmácias e os repelentes em gel (azul) ou o infantil (amarelo) deles sempre ficam em locais de destaque quando tem.  Às vezes, a moça do caixa ainda pergunta antes de finalizar a compra: “Quer aproveitar e levar o Exposis hoje, enquanto ainda tem estoque?”, quase que indignada se você não estiver levando um. Minha irmã me contou que, outro dia, viu um cartaz bem na fachada de uma drogaria do centro de São Paulo com os dizeres “Aqui Tem Exposis”.

Melhores repelesnte Zyka, ziKa, microcefalia, gravida

Como toda jornalista, sou curiosa, e comecei a me perguntar o motivo de toda essa busca pelo tal Exposis, que até pouco tempo nunca ninguém tinha ouvido falar. Passei uma vida indo para praia com a companhia dos velhos OFF!, Autan, Repelex  ou de qualquer outra marca que tinha na minha frente. Quando eu ia para Ilhabela encarar os famosos borrachudos ou para onde tem mutucas, daí precisava do reforço dos repelentes elétricos – que, no começo, eram trocados por pastilhas e, depois, viraram líquidos (tipo o SBP). Valia velas de citronela também. Mas ninguém falava que um repelente é melhor que outro, era que nem protetor solar, o importante era usar. Eu sempre tive um cuidado extra porque minha pele é muito branca, sensível e reativa, então quando levo picada de pernilongo, a região fica bem vermelha e inchada. No caso das mutucas, chega a formar bolha!

Exposis é memso o melhor repelente? qual a diferença da Icaridina, DEEt e os outros repelentes de outras marcas?

Essa é a tão disputada linha de repelentes Exposis, da Osler

Conheci o Exposis há quase dois anos. Estava indo para Cartagena e San Andrés, na Colômbia, bem quando a Chikungunya começava a se espalhar pela América Central e do Sul. Eu estava bem preocupada e quase cancelei a viagem, mas respirei fundo e resolvi só aumentar o arsenal de proteção para mim, minha irmã e minha mãe – que iam comigo. Antes de embarcar, fui à farmácia e expliquei a situação para a balconista e ela logo me apresentou o Exposis. “É o melhor que tem, até médico indica”, contou. Comprei vários quando li no rótulo que ele servia também contra o mosquito que transmite a malária (Anopheles), apesar de não conhecer o laboratório francês Osler (fabricante do Exposis). E, de lá para cá, essa busca e popularização só aumentou por mim e por toda a população de São Paulo, aparentemente – não sei como é em outros estados, aliás, fica minha pergunta aqui! Vi também que eles lançaram um novo Exposis para aplicação em roupas – a embalagem é maior, verde e branca e o cheiro é um pouco mais suave. Sobre os preços, já encontrei esses repelentes por vários valores – lei da oferta e da procura, né? Mas o gel e os sprays costumam sair por pouco mais de R$ 55. Já a embalagem com gatilho está na faixa dos R$ 100.

Depois, fiquei pensando: se ela não me indicasse com tanta certeza (e se o preço não fosse tão mais alto), eu não teria comprado. A embalagem é feia, não passa tanta credibilidade e eu já estava acostumada a nomes como Off! (que tem uma embalagem transparente, tão mais agradável). Outro que gosto é a Loção Antimosquito Johnson’s Baby, com um cheirinho gostoso, aliás, o cheiro do Exposis é péssimo e eu sempre quase morro intoxicada com spray preto.

Loção Antimosquito Johnson's Baby é uma boa opção barata e cheirosa!Loção Antimosquito Johnson's Baby é uma boa opção barata e cheirosa!

Loção Antimosquito Johnson’s Baby é uma alternativa mais barata e cheirosa ao Exposis!

Mas e aí? Por que ele é tão buscado, então? É só “gourmetização” do repelente ou ele é melhor mesmo? Pelo que pesquisei e ouvi de especialistas, ele é melhor, sim. De acordo com um teste feito com alguns repelentes na Alemanha pela Proteste, todos funcionam, mas o Exposis é o que  protege a pele do Aedes Egypt por mais tempo (longe da duração de 10h prometida no rótulo, mas chega a quase três horas!).  O motivo disso é que ele é o único vendido no Brasil feito de  Icaridina, os outros são  à base de DEET. Além disso, li que a concentração de Icaridina dele é superalta, chega a 20%. A Loção Antimosquito Johnson’s Baby é feita de um outro componente, o IR3535, que tem ação um pouco mais longa que o DEET, mas não chega ao Icaridina. A vantagem é que ela é bem mais gostosa de reaplicar, né?

Outra descoberta é que a gente usa o DEET há tanto tempo que os mosquitos acabaram ficando mais resistentes! Por isso, pode ser que a Icaridina seja mais eficiente mesmo porque os mosquitos ainda não se adaptaram à ele. Mas como o Aedes Egypt também pode ficar mais resistente ao princípio do Exposis, o ideal é variar de tipo de repelente. Claro que, se você estiver grávida (que tem o risco da microcefalia) ou se está em área de risco, melhor ficar com o mais eficiente mesmo, mesmo mais caro e muito mais difícil de achar! Mas pode usar o Autan, Off! e ouros também, desde que você reaplique de tempos em tempos.

Minha sugestão: repelentes naturais. Eu moro em andar baixo e a janela do meu quarto dá para a piscina do prédio e para um jardinzinho aqui. Então, tem MUITO pernilongo (do comum mesmo, o Culex) na minha casa e quarto. Para não usar repelente todo dia, estou usando uma loção caseira de cravo da índia – não é aquelas receitas da vovó que não funcionam, é recomendada por muitos biólogos porque o cravo tem eugenol, uma substância natural inseticida – que combate até formigas, aliás. Veja a receita dessa solução de cravo contra o Aedes Egypt.

Por último, nesse mesmo estudo a Proteste também testou aplicativos de celular que diziam afastar os mosquitos e eles não entregaram o prometido em relação ao Aedis Egypt. Poxa, uma pena, confesso que usava!

Mas a melhor maneira de evitar a proliferação do Aedes Egypt ainda é combatendo os focos de larvas do mosquito! Nada de água parada, gente. Infelizmente, ainda vamos ter que borrifar muito repelente na pele (e reaplicar a cada 3 horas), a temporada de chuvas no Sudeste está aí!

 

 

Compartilhe
0 Comente aqui
Comente pelo facebook
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui

Escreva seu comentário