Inspire-se, Lifestyle, Moda

O CERTO x ERRADO da moda

Por Carla Vila Verde

Outro dia uma vizinha me contou que comprou um short cor cobre lindo, daí ela vestiu com uma blusinha preta e tinha colocado uma sapatilha vermelha. Olhou no espelho, gostou, mas ficou na dúvida “porque não é o que as pessoas usam por aí”, disse. Tirou a vermelha e colocou um sapato preto. Na minha opinião isso é o errado da moda, querer parecer com todo mundo, fazer apenas aquilo que a massa faz, usar somente o que o grupo usa.

Essa conversa com a vizinha me fez pensar em quantos “certo X errado” eu já escrevi nessa vida – na época que trabalhava em revista de moda. Foram muitos! E que coisa chata é rotular uma pessoa, dizer se aquilo que ela tá vestindo é bom ou não é. Quem sabe é ela! Quem está sentindo a roupa no corpo é apenas ela, não sou eu! E, no fim das contas, a roupa é o que menos importa! É duro pra uma pessoa que trabalha com imagem pessoal e estilo admitir isso, mas gente, é a mais pura verdade! Importa muito mais como você está se sentindo, seu grau de autoconfiança do que o tecido que tá no seu corpo.
E aí eu te conto duas situações hipotéticas. Na primeira, uma moça bonita, Silvia, compra a calça da moda, vamos dizer que seja a pantacourt, ela não tem certeza se ficou tão legal assim, mas todo mundo tá usando e ela TEM QUE usar. Vai pra festa meio na dúvida, a postura dela é tímida, imagina que tá todo mundo olhando pra ela e julgando o que ela veste. Não tá segura! Logo fica incomodada, acaba se escondendo em algum canto e depois arruma uma desculpa pra ir embora. Pronto. Fim.
Na segunda situação, imagine uma moça, Bruna, que não é considerada linda pros padrões de beleza estabelecidos, ela não é magra, nem alta, não tem cara de modelo, e nem barriga chapada. Na verdade ela tá um pouco acima do peso, mas realmente não tá preocupada com isso. Ela vai pra mesma festa que a Silvia. Escolhe um vestido que adora, que provavelmente já tem uns 5 anos, não está propriamente na moda, mas ela ama! Faz o cabelo, maquiagem, se veste toda empolgada. Olha no espelho e fala pra si mesma: “Ual, tô linda, vou arrasar geral!” E ela arrasa! Chega no evento fala com todo mundo, tem postura de confiança, caminha segura de si, aproveita! Ponto final.
Qual das duas estava mais bonita? Não sei. Qual das duas se sentia mais bonita? A Bruna, com certeza!
Não saberia dizer se a calça da Silvia favoreceu o corpo dela, ou se a cor da blusa era boa pra pele dela, mas também não sei se o vestido da Bruna era realmente bom. Existem técnicas que nos ajudam a ver se uma silhueta tá equilibrada ou não, se determinado corte é ou não adequado pra certos formatos de corpos. Essas são ferramentas pra ajudar uma mulher se sentir mais confiante e segura. Claro que se ela tem certeza  absoluta que está com a roupa certa, provavelmente vai ser mais fácil caminhar com segurança ao entrar na festa. Mas o mais importante aqui é aquilo que passa dentro dela.
Vamos supor que o vestido da Bruna não fosse a melhor opção pro tipo de corpo dela, vamos dizer que o tecido marcava a barriga e deixava a perna cheia de celulite à mostra. Se ela tava se sentindo bem, se aquilo não estava a incomodando, quem sou eu na fila do pão pra dizer que tá errado?
Entende onde quero chegar? As técnicas precisam ser usadas pra colaborar com a gente, não pra colocar a gente em caixinhas rotuladas e minar a nossa criatividade. Existem peças que são recomendadas pra certos tipos de corpos e outras que deveriam ser evitadas por outros tipos, mas e daí se eu quero usar uma peça que não é pro meu corpo??? Ninguém vai morrer por causa disso!
Vamos fazer um trato? Você coloca a roupa que quiser, olha no espelho, se gostar e se sentir bem, tá certo! Se tiver confusa, nada parecer te agradar, não tiver encontrando sua segurança, me escreve! Aí a gente conversa, pode ser?
Eu sou Carla, trabalho com imagem pessoal e estilo, sonho em empoderar todas as mulheres do mundo e defendo uma moda com mais amor! Mais amor próprio, mais amor com o outro, mais amor com o planeta. Conheça meu blog, o Blog da Carla.
Foto: Lily James/Getty Images
Compartilhe
1 Comente aqui
Comente pelo facebook
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça nos comentários? Clique aqui

Escreva seu comentário
  1. Bernadete
      19/11/2015 - 16h48

    Demais!! Carlinha é sensacional!
    Obrigada pelas dicas e filosofia de vida! Certamente nos levará, mulheres na luta, a dias/noites bem mais tranquilos!

1 comentário